7 Estratégias para Aliviar os Sintomas da Menopausa

linda mulher, com belo sorriso no rosto

Dicas para Reduzir os Sintomas da Menopausa

Olá pessoal, tudo bem? Hoje eu tava no parque ecológico e vi duas mulheres na faixa de uns 50 anos de idade conversando sobre a menopausa. Uma reclamava bastante dos calórios que ela tava sentindo, também parecia bastante irritada, tava falando que o marido não entendia pelo que ela tava passando, né? 

Bom, depois eu não consegui ouvir muita coisa, né? Estava fazendo a minha caminhada. Por isso que eu resolvi fazer esse vídeo e dizer que se você está na menopausa, você precisa saber como amenizar os sintomas dela.

A menopausa, pessoal, se inicia quando os ovários diminuem a produção do que? 

De estrogênio e de outro hormônio chamado progesterona. Isso pode acontecer lá entre os 45 e 55 anos de idade. Mas muitas mulheres já podem começar a sentir essa instabilidade emocional, esses sintomas físicos. muito desconfortáveis a partir dos 40 anos de idade.

Isso acaba o quê? 

Diminuindo a qualidade de vida das mulheres. E não pensa que esses sintomas vão desaparecer depois dos 55 anos, não. Eles podem persistir se você não conseguir lidar direitinho com eles. Você não precisa ter medo dessa fase, você precisa saber o que fazer para manter a sua qualidade de vida. Hoje em dia existem várias formas de lidar com esses sintomas e São maneiras simples. 

Então por isso que eu vou falar hoje sobre sete dicas pra você conseguir reduzir os sintomas da menopausa. Se você tá passando por esse período ou se você conhece alguém que gostaria de ajudar, fica até o final do vídeo pra não perder nenhuma dessas dicas, tá bom?

Dica 1: Cuide da sua saúde mental

Uma das principais consequências da redução do estrogênio e de outros hormônios nessa fase da menopausa são as mudanças de humor. Ansiedade, irritabilidade, tristeza. E não é fácil pra ninguém saber lidar com todos esses sintomas. E a saúde mental pode ficar cada vez mais prejudicada se você não começar a se cuidar.

Você tem várias alternativas, você pode realizar ioga, acupuntura, fazer uso de medicamentos naturais, usar os fitoterápicos. Em alguns casos, você pode realizar medicações antidepressivas com o intuito de melhorar essas alterações de humor, a irritabilidade, a tristeza, e não com o intuito de tratar depressão, tá bom? Outro recurso que você tem aí nesse momento é conversar com o seu médico sobre a reposição hormonal.

Lembrando sempre que toda medicação deve ser orientada, indicada e prescrita pela sua ginecologista. Não vai ficar usando o remédio que a vizinha usa porque tá fazendo bem pra ela. Ele pode ser totalmente contraindicado pra você, tá? 

É importante, então, em todas as fases da vida manter a saúde mental e equilíbrio com a sua saúde física. Então você tem que praticar exercício físico pelo menos 150 minutos por semana e manter sempre uma dieta bem balanceada.

Pessoal, um modo de vida saudável e ativo é essencial pra você melhorar esses sintomas das alterações hormonais. E também você pode ter acompanhamento psicológico e fazer psicoterapia. Isso pode ser uma boa opção pra você, tá bom?

Dica 2: Coloque na sua dieta mais fitoestrogênios

O que são fitoestrogênios? Você já ouviu falar? 

Eles nada mais são que compostos vegetais que têm ação antioxidante. Eles não são produzidos pelo nosso corpo, tá? Mas eles têm uma ação muito parecida com a do estrogênio. Então simula o estrogênio no nosso corpo. Ele vai trazer benefícios nessa fase aí do crematério.

Você pode encontrar nos cereais, nas oleaginosas, como castanhas, nas frutas, nos legumes. Então é importante manter essa dieta bem variada. Como elas têm uma ação bem parecida com o estrogênio, ela vai ajudar a regular os níveis de hormônio no corpo da mulher. Então, com isso, os sintomas da menopausa, os calorões, as ondas de calor, as alterações do sono, do humor, vão tender a reduzir, tá?

Então, os alimentos que você pode consumir são linhaça, ervilha, grão-de-bico, gergelim, castanha-de-caju, pistache, avelã. Tem algumas frutas, morango, uva, maçã, cenoura, mandioca, grão-de-bico, eu já falei, soja, tá? Se você acha que é difícil incluir esses alimentos na sua rotina, Ou se você já está incluindo e acha que não está sendo o suficiente, você pode fazer o uso de cápsulas de fitoestrogênios. Aí você conversa com a sua médica, tá bom?

Dica 3: Vitamina D

A diminuição da vitamina, da produção de estrogênios também pode afetar o que? A saúde óssea. E aí ela acaba aumentando o risco de osteoporose. Então além da queda da produção de hormônio, também pode acontecer uma diminuição da vitamina D. que é considerada essencial para a gente manter a saúde dos nossos ossos.

Ela também, a diminuição da vitamina D, pode levar a uma série de complicações, de doenças crônicas, fraturas, redução da força muscular. No nosso organismo, a vitamina D tem uma função muito importante, que é cuidar dos nossos ossos. Esse hormônio regula a quantidade de cálcio, de fósforo, e aumenta a absorção deles lá no nosso intestino. Então o cálcio que é transportado pelo sangue acaba sendo depositado lá nos nossos ossos.

Por isso que você se alimentar bem, né? Comer salmão, consumir sardinha, atum, ovos, queijos, cogumelo, bife de fígado, leite, iogurte. Isso é muito importante pra aumentar a vitamina D. E tem que lembrar que a vitamina D, 90% vem do sol. Então ficar dez minutinhos todo dia, sem filtro solar, numa partezinha do corpo, já pode ser suficiente, tá?

Então todo ano também lembrar de fazer o seu check-up pra ser avaliada a quantidade de vitamina D e ver se tem necessidade de fazer suplementação, tá bom?

Dica 4: Movimente-se

Quando o corpo feminino começa a passar por alterações hormonais, um dos efeitos disso é a redução do metabolismo. Aí a mulher fala, acontece o que com a mulher? Ganho de peso. Que mulher que quer ganhar peso nenhuma, né? Fora o risco da osteoporose se você não se movimenta.

Então, pra lidar com tudo isso é fundamental realizar o exercício físico. Então, pratique exercício físico, lembra que ele libera endorfina, serotonina, dopamina, ocitocina, que são hormônios da felicidade. Então, tem que incluir na sua rotina aí, no seu dia a dia, tá bom?

Fora a parte hormonal, que além de você, né, quando você se movimenta, você aumenta a sua reserva muscular. A gente sabe que dos 50 aos 90 anos de idade, a gente tem uma perda aí de 30% da massa muscular. Então quanto antes você começar a fazer o exercício físico, muito melhor pra você, tá?

E também a gente sabe que o exercício físico reduz em torno aí de 40% o risco de uma mulher nessa fase aí do climatério ter osteoporose. E previra hipertensão, AVC, depressão e várias outras doenças. Então anda de bicicleta, faz natação, faz academia, corra. O importante é realizar algum exercício físico.

linda mulher, com belo sorriso no rosto

Dica 5: Beba mais água, beba menos café e menos álcool

A gente sabe que o café é uma das bebidas mais consumidas aqui no Brasil e no mundo. Então o que o café causa? O café causa uma vasodilatação. Isso pode aumentar aquelas ondas de calor. Então uma mulher que tem 80 episódios de fogachos num dia pode ter muito mais do que isso.

Então tome no máximo três xícaras de café por dia, tá? Tem que beber moderadamente, tá bom? Outra coisa, outra bebida, é a bebida alcoólica, que também tem o mesmo efeito que o café. Ela faz uma vasodilatação, então a mulher pode ter mais ondas de calor se consumir bebida alcoólica.

Então, ao invés de tomar um café, de tomar álcool, é melhor você beber mais água, tomar um chazinho, camomilo, de camomila, hortelã. O de camomila, por exemplo, deixa a gente muito mais tranquila, né? Diminui aí essas alterações de humor, principalmente na menopausa, tá bom?

Dica 6: Se divirta!

A gente sabe que as dúvidas, né, e alterações desse período podem comprometer aí a saúde da mulher, né? A satisfação pessoal de cada mulher. A mulher pode ter queda da libido, falta de paciência, desmotivação, não quer trabalhar, reduz a autoestima. Ocorrem várias mudanças, tá?

Então por isso que é importante que você tenha algum lazer, que você se divirta pelo menos aí uma, duas vezes por semana. Pode ser sozinha, com o familiar, com amigos. Vai assistir televisão, vai participar de atividades recreativas, fazer trabalhos manuais, ir ao cinema. O que que você faz aí pra se divertir? Comenta aqui, deixa nos comentários. A gente sabe que o lazer é imprescindível pra você ter qualidade de vida, tá bom?

Dica 7: Se necessário, faça reposição hormonal

A gente sabe que a terapia de reposição hormonal, o terapia hormonal é uma maneira simples e rápida de se resolver alguns sintomas, mas nem sempre é indicado pra você, tá bom? Ela tem vantagens como aliviar as ondas de calor, depressão, irritabilidade, incontinência urinária, secura vaginal, mas ela tem muitas contraindicações.

Então você tem que sempre conversar com a sua médica, fazer o check-up, é no álcool, seu ginecologista. Tem que fazer, de qualquer maneira, você vai ter que fazer uma alimentação balanceada, exercício físico, diminuir o consumo de álcool, beber mais água, todas essas medidas e conversar com a sua médica a respeito da reposição hormonal. Invista em você, invista na sua saúde, cuide de você, tá?

É um tempo aí que você tem que cuidar bastante de você. Essas dicas não são só para as mulheres que estão na menopausa, ela pode ser usada em todas as fases da vida, tá certo? Então se cuide, se ame e vamos manter essa autoestima elevada e uma ótima qualidade de vida nesse período que é um período em que a mulher já tá madura e que ela precisa e deve se cuidar, tá bom?

Um beijo e tchau, tchau!

Postagem Anterior Próxima Postagem