Treino de Pernas Fitness: Como otimizar seus resultados


Olá, tudo bem? Hoje vamos falar sobre um assunto muito importante para quem busca resultados eficientes no treino de pernas: a divisão dos exercícios. Muitas pessoas têm dúvidas se devem treinar quadríceps e posterior de coxa no mesmo dia ou em dias separados. 

Além disso, surge a questão do glúteo: como ele se encaixa nessa história? Neste artigo, vou te contar tudo o que você precisa saber para obter o melhor desempenho no seu treino de pernas. Vamos lá!

Divisão do treino de pernas

Quando se trata de treino de pernas, a divisão dos exercícios é fundamental. A depender do seu nível de experiência, pode ser mais benéfico treinar apenas quadríceps ou apenas posterior de coxa em um dia, intercalando com o treino de panturrilha. 

Isso ocorre porque os exercícios intensos para quadríceps, como agachamento e leg press, são extremamente exaustivos e demandam muita energia. Portanto, realizar posterior de coxa logo em seguida pode comprometer a qualidade do treino.

linda mulher, treinando em academia

Quando avançamos nos treinos, a intensidade aumenta e a fadiga pós-treino também. É nesse momento que devemos tomar cuidado para não sobrecarregar o corpo e comprometer os resultados. 

Se realizarmos exercícios para quadríceps e posterior de coxa no mesmo dia, corremos o risco de deixar o posterior de coxa em segundo plano, o que pode gerar desequilíbrios musculares e problemas estéticos, além de sobrecarregar as articulações do joelho.

O problema do treino completo de pernas

Alguns exercícios como agachamento e leg press são altamente desgastantes e exigem muito do nosso corpo. Se realizarmos esses exercícios em conjunto com os específicos para posterior de coxa, a tendência é que não consigamos atingir a mesma intensidade no treino de posterior. 

É como se estivéssemos esgotados após o treino de quadríceps e não conseguíssemos dar o máximo de nós mesmos no treino de posterior de coxa.

Além disso, esses exercícios intensos para quadríceps, como agachamento e leg press, estimulam o crescimento muscular em toda a perna, incluindo o glúteo. 

Portanto, se você está buscando desenvolver também os glúteos, já estará trabalhando eles nesses exercícios. Não é necessário realizar um treino separado para o glúteo, a menos que você tenha objetivos específicos nessa região.

Como dividir o treino de pernas corretamente

Agora que entendemos a importância da divisão do treino de pernas, vamos ver como podemos aplicar essa estratégia na prática. A minha sugestão é que você treine apenas quadríceps em um dia, intercalando com o treino de panturrilha. 

No outro dia, você pode treinar apenas posterior de coxa, também intercalando com o treino de panturrilha. Dessa forma, você garante que cada grupo muscular seja trabalhado de forma intensa e adequada.

linda mulher, treinando em academia, treino de pernas

Se você quiser dar um estímulo extra em um determinado grupo muscular, como os glúteos, por exemplo, pode realizar um treino de quadríceps com foco nessa região. 

Ou seja, realizar os exercícios de quadríceps, como agachamento e leg press, e depois realizar exercícios extras para os glúteos, como o stiff. Essa estratégia é bastante eficaz para quem busca um desenvolvimento mais equilibrado entre os grupos musculares.

Importância da panturrilha no treino de pernas

A panturrilha é uma região muitas vezes negligenciada no treino de pernas, mas que possui grande importância estética e funcional. 

Muitas pessoas reclamam que a panturrilha não cresce, mas esquecem que ela é deixada sempre por último no treino. Quando estamos cansados, é comum querermos finalizar o treino rapidamente e acabamos não dando a devida atenção a essa região.

Para desenvolver a panturrilha de forma eficiente, é necessário realizar exercícios específicos para essa região. Recomendo que você inclua no seu treino uma panturrilha sentada com joelho flexionado e uma panturrilha em pé com joelho estendido. Esses exercícios vão garantir o estímulo adequado para o crescimento muscular da panturrilha.

Conclusão

O treino de pernas é fundamental para quem busca resultados estéticos e funcionais. Dividir o treino em quadríceps e posterior de coxa, intercalando com o treino de panturrilha, é a estratégia mais eficiente para garantir um desenvolvimento equilibrado dos grupos musculares. 

Além disso, é importante dar atenção ao glúteo, que já é trabalhado nos exercícios intensos para quadríceps. E não se esqueça da panturrilha! Ela merece atenção especial para um desenvolvimento completo da perna.

Lembre-se de que cada pessoa é única e o treino deve ser adaptado de acordo com os objetivos e a capacidade de cada um. Se necessário, procure a orientação de um profissional qualificado para te auxiliar na elaboração do seu treino de pernas. 

Agora que você já sabe como otimizar seus resultados no treino de pernas, coloque essas dicas em prática e alcance os resultados desejados. Bons treinos!

Postagem Anterior Próxima Postagem